Frete grátis para compras acima de R$450,00!
  • FRETE GRÁTIS | COMPRAS ACIMA DE R$450,00
  • PRIVACIDADE GARANTIDA
  • FATURA E ENTREGA DISCRETAS
  • 100% SEGURO
  • FEITO NOS EUA | A PRONTA-ENTREGA NO BRASIL

Sexo anal: A minha primeira vez com a Gabi

Me chamo Bruno e minha namorada é a Gabriela, tenho 23 anos, e ela 22, moramos em Curitiba, e nos conhecemos no litoral do Paraná, quando passávamos as férias de Janeiro. Gostaria de compartilhar a nossa primeira experiência fazendo sexo anal. Para mim, essa é uma história muito excitante, e por esse motivo, desejo dividi-la para que todos saibam como a Gabizinha é uma mulher sensacional.

Temos um relacionamento de quase 2 anos e até ontem eu nunca tinha comido o cu dela. Apesar de sermos jovens, temos uma relação bem aberta, ela me conta tudo, especialmente o que já fez antes, sexualmente falando. Aberta também a experimentar várias posições sexuais e novas sensações, a Gabi negava apenas uma coisa, dizia que nunca iria dar o cuzinho, uma vez que já havia tentado com o seu ex-namorado, quando ele colocou a cabeça do pênis, instantaneamente tiveram que parar, pois para ela tinha doído muito. Mesmo assim, eu sempre tentava convencê-la que comigo seria diferente, que ela iria sentir prazer no anal, e que depois da primeira vez iria querer repetir, mas ela insistia que não faria isso. Respeitei a sua escolha e fiquei um bom tempo sem tocar no assunto.

Sexo-anal-primeira-vez-com-a-Gabi

Nas nossas transas rolava de tudo, menos meu pau dentro do cu dela. O cu era declaradamente zona proibida. Até que ontem, eu consegui comer o que eu tanto queria. Aquela rabo grande e gostoso. Estávamos em uma festa comemorando nosso aniversário de namoro e bebíamos muito. Do outro lado da festa notamos que havia um casal se beijando, e que começaram a se esfregar.

Ficamos observando aquela cena, e a Gabi cochichou no meu ouvido: "estou ficando com muito tesão". O casal parecia estar com vontade de transar ali mesmo. E foi isso que fizeram, após uns 10 minutos, vimos que o rapaz abriu o zíper da calça e meteu sua piroca dentro da vagina da garota. Ela estava de saia e acredito que sem calcinha. Aquela cena nos deixou doidos, e abriu precedentes para que pensássemos em fazer algo diferente naquela noite. E então pensei que seria meu grande dia de mostrar a ela o quanto seria gostosa a sensação da minha pica no cu dela.

Comecei a beijar a Gabi com muito tesão, e a lamber seu pescoço, disse que queria sair da festa, e que a nossa noite seria especial. Entramos no carro e até o caminho de casa pedi que ela me chupasse. Sabia que ela gostava de fazer um boquete enquanto eu dirigia. Ela chupou meu pau todinho. Ela dizia que adorava engolir meu pau, e realmente o boquete da Gabi era sensacional. Chegamos em casa, e já no elevador eu coloquei dois dedos dentro da buceta dela. Ah! Estava encharcada. Ao entrar na sala de casa, joguei-a no sofá, e tirei toda a sua roupa. Cai de boca na sua xereca, alternava, passando minha língua no cu, para que aos poucos ela fosse curtindo a ideia.

Quando o tesão estava invencível, falei no ouvidinho dela que eu queria muito o cuzinho naquela noite, e ela concordou. Tinha certeza que a cena do casal na festa tinha mexido com a sua vontade de experimentar algo novo. Me esforcei para lamber e chupar tanto sua buceta, quanto o seu cu, a ponto de ela chegar a gozar na minha boca. Coloquei lubrificante no meu pau para ajudar que ele deslizasse facilmente dentro daquele cuzinho. Sentei no sofá e pedi que ela fosse sentando devagar na minha piroca dura. Ela sentou tão gostoso, e estava gemendo de uma maneira que eu ainda não tinha ouvido. Eu já não conseguia mais raciocinar tamanho era o tesão que estava. Meu pau parecia aço. Depois de mais algumas sentadas, e aqueles gemidos, eu gozei dentro daquele rabinho guloso. Espero que depois dessa noite ela queira me dar mais vezes, e quem sabe na próxima festa, podemos nos apresentar para aquele casal e até nos juntar à eles. Ah! Como eu espero!

Sexo-anal-primeira-vez-com-a-Gabi-anus